Steve Hackett – Live São Paulo – 10/03/2015

Ocorreu na noite de terça-feira, dia 10 de março, em São Paulo, para deleite dos fãs de rock progressivo e boa música, uma apresentação de Steve Hackett e sua turnê mundial “Genesis Extended“, executando apenas clássicos imortalizados por essa grande banda, a casa estava vazia, porém a inspiração de Steve e sua banda estavam muito cheias.
Muito pontual, precisamente às 21:30 as luzes se apagam e logo o simpático Steve adentra ao palco e empunha seu instrumento, uma bela Les Paul e inicia a introdução de “Dance on a Volcano“, o suficiente para arrancar muitos aplausos da plateia.

Steve é muito carismático, distribui sorrisos e conversou em português praticamente o show inteiro e o melhor sem ler ou sem colar, pois não lia papéis, Hackett relembrava que fazia tempo que não vinha visitar nosso País, e brincava entre uma música e outra, dizendo que seu português estava “um pouco atrasado ou destreinado, se desculpando se misturasse com um pouco de italiano.

Convidou o público para cantar junto com ele e disse que aquela noite seria com repertório somente de músicas antiga do Genesis, ao anunciando a ótima “Squonk e “Dancing With The Moonlit Knight“. E o que se viu foi uma grande banda no palco, músicos experientes e uma sinergia inigualável, a cada solo cheio de feeling, a cada trecho instrumental intrincado.

The Musical Box“, do álbum “Nursery Crime”, arrancou aplausos em pé do público, seguida de clássicos como “Firth of Fifth“, “Supper’s Ready“, “I Know What I Like“… Está aliás curiosamente foi pedida por algum fã extasiado no começo da apresentação e que levou a mais uma brincadeira de Steve, desta vez ele falou em ingês: “um pouco mais tarde, ok?”.
A banda recrutada por Steve Hackett é digna de reverências músicos espetaculares, dinâmicos que reproduziram à perfeição todas as criações originais do Genesis. Gary O’Toole é um senhor baterista além de ótimo vocalista, Roger King um exímio tecladista, o ótimo Lee Pomeroy reproduziu em baixo, guitarra e pedais synth tudo o que Mike Rutherford fazia, Rob Townsend nos sopros, teclados e percussão, e completando o time ó ótimo Nad Sylvan, muito mas muito carismático nos vocais.
O bis levou o público a abandonar suas cadeiras e se aglomerarem de pé na frente do palco, com “Watcher of the Skies” e sua magistral introdução e um medley da fenomenal “Los Endos” com “Myopia” e “Slogans“, de sua carreira solo, pra fechar a noite com chave de ouro mesmo, e provar que Steve é o cara.

 

 

Setlist:
1- Dance on a Volcano
2- Squonk
3- Dancing With the Moonlit Knight
4- Fly on a Windshield
5- Broadway Melody of 1974
6- The Return of the Giant Hogweed
7- The Fountain of Salmacis
8- The Musical Box
9- I Know What I Like (In Your Wardrobe)
10- Horizons
11- Firth of Fifth
13- Lilywhite Lilith
14- The Knife
15- Supper’s Ready

Bis:
16- Watcher of the Skies
17- Medley: Myopia / Los Endos / Slogans / Los Endos

2
Matéria enviada por Lucas Amorim

Similar articles