Satyricon – Live São Paulo

A lendária banda norueguesa de black metal SATYRICON se apresentou em São Paulo no ultimo dia 11/11/2017, divulgando seu nono álbum de estúdio ‘Deep Calleth Upon Deep’.O duo Satyr (Sigurd Wongraven) & Frost (Kjetil-Vidar Haraldstad) lendas vivas quando se fala do verdadeiro Black Metal, arrastou um bom publico fazendo uma apresentação calorosa.

O show teve abertura da banda Pátria, uma das bandas mais ativas do cenário Black Metal nacional, mostrando mais uma vez as garras e velocidade de seu  trabalho. E cada vez mais acredito  que eles chegaram ao ápice, e com toda certeza são uma das novas promessas para estourar não só aqui,mas também fora do Brasil.

Com um som rapido e ríspido o pátria mandou bem e agradou a todos, fazendo um grande show de abertura, mesmo com um set curto com pouco mais de 30 minutos, o pátria conseguiu dar o seu recado e comprovar a força e talento que essa banda possui, pois os caras tocam com muito empenho, garra  força de vontade, ali é sangue nos olhos mesmo e com toda certeza merecem e terão tudo de bom em sua carreira.

Na sequencia era a hora do Satyricon que resolveu começar seu set com um som do novo “Midnight Serpent”, que foi bem  muito bem recebida pelo público presente,  Satyr tem uma presença de palco forte e seu vocal esta sensacional, forte e com aquele timbre único que deu característica a banda, o som estava muito bom também o que ajudou a dar um toque ainda amais legal na apresentação.

A dupla de guitarras que acompanha a banda, está perfeita, os caras  agitam muito  ao lado de Satyr, o baixista também é bem técnico no palco, ja o Frost, esse dispensa apresentações, não é ? O cara manda muito bem, tem uma pegada unica, precisão, força, com um timbre único, uma metralhadora humana amigos, é uma honra poder ver ele tocar musicas como Black Crown On A Tombstone” do disco “The Age Of Nero”,  que a galera cantou inteira, já emendada com a minha predileta da noite  “Deep Calleth Upon Deep”, que foi simplesmente um arregaço.

A fase sombria da banda estava lá presente quando  Satyr pega a sua guitarra, e inicia os primeiros acordes da odisseia “Transcedental Requiem Of Slaves”, emendada com nada mais nada menos que, “Mother North”, nem preciso dizer a  reação do publico com esse clássico e para fechar com chave de ouro os caras mandam“The Pentagram Burns”, “Fuel For Hatred” finalizando essa grande noite com a tão aguardada “K.I.N.G.”, um show visceral e sem frescuras com a mais pura aura do black metal.

 

Set List

Midnight Serpent

Our World, It Rumbles Tonight

Black Crow on a Tombstone

Deep Calleth Upon Deep

Walker Upon the Wind

Repined Bastard Nation

Commando

Burial Rite

Now, Diabolical

To Your Brethren in the Dark

Transcendental Requiem Of Slaves

Mother North

Encore:
The Pentagram Burns

Fuel For Hatred

K.I.N.G.

Tagged with:
2
Matéria enviada por Lucas Amorim

Similar articles