Phil Anselmo & the Illegals Live São Paulo

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Por Bruno Oliveira Fotos Pri Secco

Muito se esperava de mais um retorno do lendário vocalista do Pantera em São Paulo. Por pouco, os fãs quase tiveram suas expectativas arruinadas. Depois de um atraso no voo vindo do chile para São Paulo. Graças a competência da produção e a boa vontade do grupo, o show aconteceu. 

Devido a todos os percalços já mencionados, o show, que foi inicialmente agendado às 19:00 horas, foi começar apenas meia noite. Para os fãs, apesar de exaustivo, não foi capaz de abalar suas expectativas em relação ao show. Phil Anselmo já conseguiu o status de lenda, possui uma excelente base de fãs, isso se deu principalmente, por seu período glorioso com o Pantera. Foi essa lenda que as muitas pessoas que encheram o Tropical Butantã estavam lá para ver, e provavelmente não desistiriam tão facilmente. Com isso dito, vamos ao show. 

Primeiro, Phil iniciou o show com as músicas de seu mais recente grupo, Phil Anselmo & the Illegals. A banda já lançou dois discos, sendo o primeiro, Walk Through Exits Only (2013) e o segundo, Choosing Mental Illness as a Virtue, lançado no ano passado. Apesar de gozar de muito respeito por parte de seus fãs, o novo trabalho de Phil é mais pesado, sujo, se distancia bastante de seus tempos na banda texana de groove metal. Grande parte do público estava ali para ouvir Pantera mesmo, inclusive era possível ouvir gritos como: “toca Pantera” durante essa primeira metade do show. Anselmo até respondeu com algo do tipo: “Iremos tocar Pantera mais tarde. Essa é minha nova banda, abra sua mente”. 

Passadas as cinco primeiras músicas, chegou a hora esperada, Phil saudou seus “irmãos” Dimebag e Vinnie Paul, e começou a parte Pantera do set. Junto com o Pantera, veio também um problema, aparentemente algum defeito nos PAs, ou algo do tipo, o que incomodou bastante o vocalista e fez com que repetissem a intro de Mouth For War por três vezes. Na última, Anselmo lamentou: “tivemos problemas com nosso voo, fizemos vocês esperar tanto. Gostaria de tocar com o som perfeito”. Apesar disso, e do som mal regulado durante toda a duração do show, pelo menos nas partes mais afastadas do palco, os fãs preferiam curtir o show ao invés de lamentar. 

O show seguiu, a cada música a empolgação tomava conta do lugar, Becoming, This Love, Fuckin Hostile foram responsáveis por abrir uma grande roda no meio da casa. Depois, Hellbound e Domination, cantadas a plenos pulmões, elevaram o nível de êxtase do lugar. Naquele momento, o público já havia se rendido a entrega de Phil e seus colegas em cima do palco, que ainda teve Walk e A New Level, depois de uma pequena pausa. 

Assim foi a passagem de Phil Anselmo por São Paulo, um pouco conturbada por conta dos problemas extraordinários, mas que graças a própria banda e aos produtores foram amenizados pela vontade de entregar um show digno.

 

 

SETLIST:

. Little Fucking Heroes

. Choosing Mental Illness

. The Ignorant Point

. Walk Through Exists Only

. Photografic Taunts

. Mouth For War 

. Becoming

. This Love

. Fucking Hostile

. Hellbound

. Domination/Hollow 

. Walk

. A New Level

 

Confira todas as fotos do show no Link Abaixo

https://www.behance.net/gallery/75524745/Philip-Anselmo-The-Illegals?fbclid=IwAR1JDyII-Iw-S9dKwNIII8VcV300VF5MEAygSSL-VptzKGQYhC7zle-G-RI

2
Matéria enviada por Lucas Amorim

Similar articles