Overload Music Fest – 06-09-2015

No domingo, dia 06, o festival retornou  pontualmente às 16h30, com os caras do Antimatter para um belo set acústico, que infelizmente prejudicou o set e a banda não pôde tocar suas músicas mais conhecidas. o lado bom é que Moss prometeu voltar ao Brasil, com a banda completa, tomara né?

 

21645983291_f62d1db259_z

A seguir, pra mim a surpresa da noite, os japoneses do Mono fizeram uma apresentação irretocável com muito feeling, muito barulho, muita emoção e com muita técnica, com certeza deu pra ver o porque dos caras serem um dos maiores representantes do post rock instrumental mundial e nessa primeira vinda ao Brasil, provaram que devem voltar mais vezes É impossível não prestar atenção no som desses japas pois a qualquer momento tudo pode mudar e a calmaria vai virar uma tempestade furiosa  ao som do Mono, infelizmente por ser um festival por ser um festival, o show foi um pouco curto, mas torcemos para que esses ótimos músicos regressem logo ao nosso país.

Na sequência os caras do Novembers Doom voltou ao palco do Via Marquês para o seu set elétrico, pesado e soturno, que com toda certeza parecia outra banda, dado o peso que os caras possuem ao vivo, com riffs poderosos cadenciados e um poderoso vocal que ditava o sombrio ritmo das ótimas canções da banda. O set foi ótimo com pelo menos uma música de cada álbum, o que obviamente agradou todos fãs. canções como “Rain”, “Heartfelt”, “Buried” e “The Pale Haunt Departure” fizeram a alegria da galera, nesse que com certeza foi uma das melhores apresentações do festival.

 

21637048385_04a548ac85_z

 

E para fechar a noite em grande estilo, os  mestres ingleses do Paradise Lost encontraram que está divulgando o recém lançado e ótimo disco “The Plague Within“, que trouxe de volta os vocais  primórdios e guturais de Nick Holmes, a banda acertou a mão no set list e agradou todo mundo, não faltou sucesso desde as novas músicas como em clássicos como “As I die”, “True Belief”, “One Second”, “Gothic”, “Faith Divides Us’, entre tantas outras, que todo mundo cantou ate não aguentar mais, todo mundo pulando e agitando na pista é o sinal que a coisa deu certo e que a banda certo a mão e na minha opinião o melhor show do festival com toda certeza.

O festival está de Parabéns, muito organizado, com bandas que muitos achavam que nunca tocaria no Brasil, provando a todas as produtoras que é possível inovar em seus eventos e sempre progredir, o publico quer coisa nova, o publico quer inovação e hoje em dia a inovação se chama Overload Music Fest, pois cada edição é muito aguardada e uma surpresa sempre agradável.

Confira abaixo a bela galeria de fotos nas lentes da nossa fotógrafa Aline Narducci.

 

Overload Music Fest 2015 (Dia 2) - São Paulo - 06/09/2015

2
Matéria enviada por Lucas Amorim

Similar articles