Kip Winger – Live Rio de Janeiro

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Já sabemos que Kip Winger é um dos músicos mais versáteis e talentosos do Hard Rock internacional que já passaram nesse mundo, pois em quase 25 anos de carreira o cara já contribuiu em diversas bandas, seja como músico da banda que leva seu nome ou apenas como autor das letras de diversas canções já famosas no mundo do Rock and Roll.

Pra se ter uma ideia. O cara já tocou com artistas de renome como Alice Cooper e Bob Dylan quer mais ?..No final dos anos 80 fundou a sua própria banda, denominada apenas “Winger”, que aliás, só pra registrar lançou dois dos mais influentes discos de Hard Rock da história sendo referência e influenciando muitas outras bandas ao redor do mundo.

Mas infelizmente sabemos que Kip nunca teve o verdadeiro reconhecimento do público em massa, não se tornando um artista que arrasta multidões para estádios, porém o cara sempre foi honesto e sempre possuiu uma legião de fãs fiéis que em suas apresentações solo estão lá.

E foi exatamente isso o que ocorreu no último dia 30 de março de 2019 no Teatro Odisseia, onde o seu fiel público compareceu naquela noite com sede de ouvir as músicas de Winger, e juntos cantaram com ele todas as canções em um belo show acústico com um clima sensacional, onde grandes clássicos do Hard Rock foram relembrados.

A noite teve abertura muito competente dos caras do Annie (Junior Carelli e Fernando Quesada) junto com o competente Rod Rossi nos vocais, cantando vários clássicos do Hard Rock. Eu particularmente adoro os shows do Annie, os caras tem muito talento e os arranjos que eles fazem em releituras de grandes clássicos ficam impressionantes sendo quase obrigatório a participação da galera, parabéns aos caras que sempre fazem ótimas apresentações!

Na sequência por volta das 21:00, era hora do grande multi-artista de platina Kip Winger que pra esse show veio ao lado de seu percussionista Robbie Rothchild, reviver os tempos do álbum acústico “Down Incognito”(1998) ou seja nada de distorções, solos de guitarra essas coisas o show foi acústico com voz e violão na cara e coragem mesmo, ou melhor no Gogó.

Sentado em um banquinho com seu violão Kip mandou ver em um lindo repertório na noite, depois de uns ajustes técnicos em seu violão, que contou com os grandes clássicos do Winger, como “Miles Away” acompanhado de um fã escolhido por Kip, “Seventeen”, “Rainbow In The Rose”, “Down Incognito”, “Headed For A Heartbreak”, “Blind Revolution Mad”, sons que a cada nota arrancavam suspiros e aplausos da galera que cantavam com empolgação esses grandes sucessos na voz ainda afiada de Kip, que não perdeu a qualidade.

E não pense que só teve Winger nesse show, estavam lá, no repertório também, músicas de sua carreira solo, dos álbuns “This Conversation Seems Like a Dream” (1997), “Songs From The Ocean Floor” (2000), “From The Moon To The Sun” (2008), que não menos importantes foram muito bem recebidas pelo público que compareceu ao Teatro Odisseia naquela noite. Sempre simpático e muito comunicativo Kip levou a apresentação com muito carisma e com toda certeza agradou a todos.

Um grande show, confesso que às vezes senti falta da guitarra, mas Kip é um cara completo e só sua voz já vale o ingresso, o formato do show e a ordem que encaixa as músicas estão no tempo perfeito e esse cara na minha opinião mais uma vez deixou claro que é um dos membros do mais alto escalão dos artistas injustiçados do Rock mundial, e perde quem não comparece em um evento desse pra ver tanto clássico!

 

Veja todas as fotos desse Show

Kip Winger - Live Teatro Odisseia - 30-03-2019

Tagged with:
2
Matéria enviada por Lucas Amorim

Similar articles