Hällas – Excerpts from a Future Past

Por Bruno Nascimento

Sim, Hällas é mais uma recente banda sueca de hard rock inspirada na década de 1970, tanto o som quanto o visual, tudo é trabalhado nesse conceito, porém o quinteto de Linköping, no sul da Suécia explora ainda mais o gênero e resgata o space rock e a psicodelia dos primeiros álbuns do UFO e Pink Floyd.

Depois do EP intitulado “Hällas”, de 2015, os músicos se reuniram para protagonizar um dos mais belos lançamentos de 2017. O novo disco “Excerpts From a Future Past” é ainda melhor do que o EP, e se destaca pela atmosfera criada em todo o álbum.

Os elementos do universo servem como inspiração tanto que o álbum funciona incrivelmente em qualquer horário do dia, durante o sol, ou com o ambiente nublado. Não pode se dizer que é um registro feliz, mas também não é dark, são reflexões. Uma obra complexa e com muitas facetas, não é possível rotular apenas como Hard Rock dos anos 70, mesmo que inspirado nos coros do Uriah Heep ou nas passagens instrumentais que remetem ao Rush.

A primeira faixa ‘’The Astral Seer”, são quase sete minutos de puro bom gosto, os acordes se encaixam com o teclado de Kasper Eriksson. Aliás, as guitarras são o ápice de tudo, o timbre e os duelos das frases entre os dois guitarristas Alexander Moraitis e Marcus Pettersson, tudo isso se faz presente na segunda música ‘’Repentance’’, uma grande aula de como compor uma canção.

Depois, “Nebulon’s Tower”, uma passagem instrumental de pouco mais de dois minutos, carregada de sentimento, mais uma vez mostra todo o sentimento dos músicos tocando seus instrumentos, criando um clima muito próprio que é seguido em “The Golden City Of Semyra, uma das mais cadenciadas.

“Star Rider’’, quinta música é o carro-chefe, e a música de divulgação do trabalho (um vídeo foi feito para essa canção). É provavelmente a mais pegajosa, desde a introdução espacial, até a bateria repetitiva e a bela harmonia das guitarras, tudo muito bem preparado para a bela performance do baixista e vocalista Tommy Alexandersson. O coral durante o refrão fica por muito tempo na cabeça, e é uma das coisas mais bonitas desse ano, funciona muito bem.

Por fim, as últimas duas evidenciam a pegada progressiva da banda ‘’Shadow of the Templar’’ e “Illusion Sky’’ são duas músicas longas com diversas mudanças rítmicas.

O som do Hällas está entre o Wishbone Ash e o Iron Maiden, muita coesão instrumental e sentimentalismo. Apesar de todas as referências o resultado foi próprio e carrega a assinatura da banda. Sem dúvidas é uma das coisas mais interessantes do Underground sueco nos últimos anos.

TRACKLIST

  1. The Astral Seer
  2. Repentance
  3. Nebulon’s Tower
  4. The Golden City of Semyra
  5. Star Rider
  6. Shadow of the Templar
  7. Illusion Sky

 

 

Tagged with:
2
Matéria enviada por Lucas Amorim