Epica – Live Rio de Janeiro

Texto – Lucas Amorim

Fotos – Aline Narducci

Os fãs cariocas de metal sinfônico não poderiam começar o mês de março de maneira melhor. Pois no último domingo, 11/03, os  holandeses do Epica retornaram ao palco do Circo Voador com a turnê ‘The Ultimate Principle Tour’ para a alegria geral e irrestrita de seus seguidores, para mais uma noite de muita música boa e muitas emoções, e para confirmar isso, logo quando os portões se abriram por volta das 18:00, o público já lotava a casa com muita euforia e ansiedade.

Com 16 anos de carreira, o Epica veio ao mundo após a saída do guitarrista Mark Jansen do After Forever. Seu début com “The Phantom Agony” foi muito consagrado e a banda seguiu em frente emplacando um trabalho melhor que o outro com suas letras questionadoras e uma evolução tremenda de álbuns conceituais como “Consign to Oblivion”, “The Divine Conspiracy” e “Design Your Universe”, a lista de bons alguns é imensa e por isso o set list da banda é sempre muito aguardado pois é muito música boa e sempre queremos todas, mas infelizmente não dá não é ?

 

O show que se iniciou por volta das 20:00 foi mais uma vez, totalmente marcado por uma banda hiper simpática que esbanjava sorrisos por todos os lados do palco. Mark sempre sorridente puxava a galera com sua presença marcante e acordes mais que seguros, e é claro com seus ótimos vocais que tanto enaltece o Epica seja ao vivo ou em estúdio…. Mais tímido como de costume, ele não falou muito dessa vez com o publico, porém sua energia e sua presença de palco sempre alternando os lados  do palco, e os  já conhecidos sorrisos e poses estavam lá intactos.

Já Simone estava mais uma vez perfeita, sua voz está tinindo, e é perceptível que ela segura as vezes pra não subir ainda mais o tom, em todas minhas 5 apresentações do Epica eu nunca vi a Simone cantando tanto, meu amigo !!!…. Está valendo a pena ver cada segundo dessa mulher no palco. É nítida a experiência e evolução que ela teve no tempo e até obvio que ela melhore sempre, porém afirmo que ela deve estar no ápice de sua evolução, mas eu não preciso dizer isso, simplesmente ouçam, e depois tentem não entender o que estou tentando dizer.

Mas a Simone dispensa apresentações não é amigos?…. porém mesmo assim, não custa relembrar aos que ainda verão as futuras apresentações que ela continua única, seu jeito de cantar, de andar no palco e a maneira como ela agita as músicas e cativa o público está sensacional, ela consegue ser imponente e dominar todo o palco e em um segundo sair discretamente deixando os músicos a vontade, para poderem executar seus solos.

A noite contou com sucessos como Fight Your Demons, Ascension – Dream State Armageddon, Fight Your Demons; Dancing in a Hurricane ;  e a minha predileta da noite, Unchain Utopia, entre muitos outros hits que agitaram a lona do Circo Voador, o Set carioca foi bem diferente do que a banda vinha apresentando há umas 4 ou 5 apresentações, mas mesmo assim, foi muito bacana, músicas pesadas e bem escolhidas para celebrar uma grande noite.

Uma ótima apresentação, de Simone Simons (vocal), Mark Jansen (guitarra/vocal), Coen Janssen (synth/piano), Ariën van Weesenbeek (bateria/vocal), Isaac Delahaye (guitarra) e Rob van der Loo (baixo) que, desta vez, não vão tocar pouco em nosso país, e seguem com importante série de apresentações que serão ao todo em oito capitais do País.

 

Confira todas as fotos aqui

 

Epica - Live Circo Voador- RJ - 11-03-2018

2
Matéria enviada por Lucas Amorim