Destruction – Live Rio de Janeiro

O Destruction retornou ao Rio de Janeiro no último dia 18 de Setembro terça feira, para mais um grande show recheado de clássicos, os alemães estão divulgando seu novo trabalho, “Thrash Anthens II”, que traz regravações dos clássicos “Sentence Of Death” (EP, 1984), “Infernal Overkill” (1985), “Eternal Devastation” (1986), “Mad Butcher” (EP, 1987) e “Release From Agony” (1987), ou seja, só a nata de dia carreira.

E as novidades não param por aí, pois Schmier (baixo e vocal) e Mike (guitarra), estão estreando também um novo integrantes trata-se do renomado baterista Randy Black (ex-Annihilator, ex-Primal Fear, etc), ou seja, o show que já prometia muito, ficou bem mais interessante com a união desse grande talento a banda.

Mesmo sendo uma terça feira, e mesmo o show tendo sido anunciado meio que em cima da hora, podemos admitir que o público foi razoável no Teatro Odisseia, local escolhido para a apresentação. Mas convenhamos que isso não é desculpa para deixar de ver um dos maiores nomes do Thrash Metal Mundial.

A banda ingressou no palco por volta das 21:15, e logo de primeira já adianto que é no mínimo admirável que após tantos anos, o baixista e vocalista Schmier ainda mantenha a mesma energia e paixão pela música pesada, e parece disposto a evoluir e não repetir apenas o que já fez durante sua longa e bem sucedida trajetória, e você percebe isso sim amigos logo nos primeiros acordes do brutal espetáculo.

Sabemos muito bem que a banda chegou em um nível em sua carreira que já não precisa mais provar nada para ninguém, e muito menos visar maior sucesso ou exposição, motivo pelo qual continuam com sua sonoridade intacta ao vivo com guitarras rápidas, sujas e riffs animalesco.

Ou seja, todos os fãs dos caras já sabem o que esperar no show, que é uma aula de riffs espetaculares do mestre Mike, que sempre foram o carro chefe do som da banda; linhas vocais insanas e o baixo pesadíssimo e pulsante de Schmier; e a bateria brutal, e agora muito mais técnica que demonstra muita competência e personalidade.

Músicas como Curse the Gods, Total Desaster, Mad Butcher, Nailed to the Cross, ditaram o ritmo dessa frenética apresentação que deixou os fãs insanos na pista do Teatro Odisseia, onde Mosh Pit eram abertos para celebrar e agitar esses grandes clássicos do Thrash Metal.

Um grande show, provando a grandiosidade do Destruction e provando que os caras estão ficando velhos, porém ainda tem muita lenha para queimar, pois a cada disco, a cada show, a cada dia, tentam se renovar e sair da repetição de muitas bandas que inclusive os copiaram.

 

Confira todas as fotos desse show aqui

Destruction - Teatro Odisseia- Rj - 18-09-2018

Tagged with:
2
Matéria enviada por Lucas Amorim

Similar articles