Borknagar: Uma Noite de Black Metal na Cidade Maravilhosa

E finalmente o Brasil recebeu a lenda Borknagar, depois de muita espera, isso deixou muita gente feliz e radiante pois dessa vez era pra valer, já que muitas pessoas estavam com o pé atrás após o fatídico cancelamento da Turnê sul-americana em 2010. Mas isso era passado e o dia 24/03/2017 vai ficar mesmo na história como a primeira passagem do Borknagar pelo Rio de Janeiro, mas especificamente no Teatro Odisseia.

Pra quem ainda não conhece, o Borknagar é uma banda de black metaloriginária de Bergen, Noruega. A banda tem um estilo único ao mistura black metal e folk metal com elementos progressivos e sinfónicos com muita competência já as letras dos caras buscam temas variados entre filosofia, paganismo, natureza e cosmos, literalmente uma viagem musical.

borknagar 1

A casa abriu as portas por volta das 18 e um público ainda tímido ingressa para aguardar à apresentação, não haveria banda de abertura e o palco já estava montado com tudo preparado quando a galera passava as portas do Teatro Odisséia. O horário da apresentação com abertura da casa as 18:00 de uma sexta feira prejudicou alguns fãs que reclamavam que não poderiam comparecer por questões de horário do trabalho e trânsito, porém, sabemos que a questão logística é algo muito complicada quando se monta um evento não é ?

O show se inicia por volta das 19:30, com casa parcialmente cheia, a banda cumprimenta a galera e já começa o show com  sons mais novos, como The Rhymes of the Mountain, do último album dos caras Winter Thrice que está sendo divulgado nesse giro Sul Americano, seguida da emblemática Epochalypse, do antecessor Urd, e sem demoras já vem uma das antigas Oceans Rise maravilhoso som que transporta toda a essência e complexidade do Borknagar, e principalmente de Øystein Brun.

 

bork 2

Aliás falando de formação não da olá negar que o Borknagar tá muito bem servido uma vez que é quase unânime a opinião entre os fãs, inclusive a deste que vós escreve de que esta é a melhor formação que a banda já teve com três ótimos vocalistas, Vintersorg que dispensa qualquer tipo de apresentação(que já está na banda desde o álbum “Empiricism mas não veio nessa turnê” quem cantou nesse show foi o já conhecido Pål “Athera” Mathiesen), Larz (tecladista da banda desde o álbum “Quintessence”) e claro ele sempre ele a lenda Vortex que retorna à banda após 10 anos mas que deu a pitada final pra aprimorar tudo.

Falando de set list o mesmo foi muito equilibrado e a banda tentou de verdade tocar de tudo um pouco pra galera desde musicas do estreante Borknagar de 1996 como Dauden, de seu sucessor The Olden Domain de 1997 com The Eye of Oden entre outros sons como a consagrada Colossus e Icon Dream.

 

bork3

Realmente um show espetacular que prova toda a importância do Borknagar no cenário do Black Metal espero que a banda não demore mais tantos anos para retornar ao nosso País, pois shows dessa qualidade são sempre um prazer assistir e participar, parabéns a No Class pela produção, essa com certeza vai ficar guardada na memória de muita gente por muito tempo.

Tagged with:
2
Matéria enviada por Lucas Amorim

Similar articles