Circus Maximus – Aula Progressiva

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Texto – Vinicius Coimbra

Fotos – Yuri Murakami

Na noite de 17/09/2016 o Hangar 110  estava pra receber um show memorável, digno de diversos aplausos, nada mais nada menos que os Noruegueses do Circus Maximus.

A banda de Metal Progressivo que iniciou suas atividades no início dos anos 2000 formada por Michael Eriksen (Vocal), Truls Haugen (Bateria), Mats Haugen (Guitarra) , Glen Møllen (Baixo) e Lasse Finbråten( Teclado) estariam pela primeira vez na América Latina para promover seu mais recente trabalho chamado “Havoc”.

Mais ou menos 21:15 no relógio e a casa já estava lotada, coisa que me surpreendeu pois não imaginava que o Circus Maximus poderia ter um público tão grande, afinal a maioria das pessoas quando se referem a Metal Progressivo mencionam praticamente em todas as ocasiões do Dream Theater, até pensei que o show poderia ser feito em uma casa maior, porém poderia ser um risco, afinal nunca tinham vindo.

Pois bem, os caras subiram no palco muito animados e abriram o show com “Forging” seguindo com “Namaste” que foi cantada por toda a galera no Hangar, em seguida pra fazer a galera pular por todo lugar tocaram “A Darkend Mind” seguindo com a clássica “Sin” do primeiro disco.

circus_maximus_13

 

Dava pra perceber que os caras da banda estavam muito entusiasmados e felizes por ver o público cantar e pular da forma com que estavam fazendo, Michael Erisken interagia bastante com a galera e sempre dizia que eram incríveis.

Seguindo com “Glory of the empire” também do primeiro disco The 1st Chapter muito bem cantado pela galera , afinal essa também pode ser considerada um clássico da banda. O que foi muito bom é que a banda soube fazer um setlist bem diversificado tocando músicas de todos os seus discos, vale lembrar também que os caras são muito bons tecnicamente e melódicamente, pois pra quem conhece o gênero sabe que metal progressivo não é um gênero tão fácil de ser tocado.

Posso dizer que em nenhum momento o show ficou frio, o tempo inteiro a galera estava incendiada ao ver a banda executar cada música, o show foi seguindo até que tocaram “Ultimate Sacrifice” que na minha opinião foi uma das melhores músicas tocadas no show.

circus-maximus-25-780x350

Em seguida a banda seguiu com “I AM” que foi cantada por toda a galera do começo ao final, seguiram com “The One” do mesmo disco e tocaram a balada “The Chivalry”, fazendo o público cantar principalmente na hora dos solos da guitarra, e para fechar com chaves de ouro fazendo a galera pular ainda mais tocaram “Game of Life”, encerrando o show de forma maravilhosa mostrando pra o que realmente vieram.

Acredito que depois desse show a banda com certeza continuará vindo para a América Latina, a animação dos músicos e do público foi completamente recíproca, e com certeza tanto o público quanto a banda ficaram muito satisfeitos com a noite, com certeza um show de tirar o fôlego !

Tagged with:
2
Matéria enviada por Lucas Amorim

Similar articles