Vader em Porto Alegre: vocalista diz que é doente por metal e se mostra preocupado as crises do mundo

Os poloneses do Vader voltam a fazer show em Porto Alegre após oito anos. O retorno está marcado para 18 de maio, às 20h, no Opinião (José do Patrocínio, 834), quando o grupo passa pela capital gaúcha com a turnê “The Ultimate Incantation — 25 years of Chaos”. A apresentação pontua as duas décadas e meia desde o lançamento do primeiro disco, The Ultimate Incantation (1992), e mostra que o quarteto ainda está na linha de frente do som extremo mundial.

Em entrevista exclusiva ao site da Abstratti Produtora — que promove o show no Rio Grande do Sul —, o vocalista e guitarrista Piotr “Peter” Wiwczarek revela de onde vem a energia para manter uma banda ativa e continuar protagonizando performances explosivas:

“Do coração! Eu sou (todos somos, de maneiras diferentes) loucos por metal desde que ouvi Black Sabbath pela primeira vez. Isso foi em 1980. O que veio depois com Judas Priest, Slayer e Morbid Angel só aumentou minha paixão. Sou um doente por metal!”

Peter ainda se mostra um metalhead consciente e preocupado com problemas do mundo. Mesmo que o título do trabalho mais recente, Dark Age (idade da treva, em tradução livre) tenha sido motivado por problemas com direitos autorais, o músico sabe que é impossível não relacionar o título com os dias em que vivemos.

“As novas gerações não têm ideia de o que é uma guerra real e as mortes que ela provoca. O que está acontecendo agora na Europa vai levar a outra guerra mundial se as pessoas não pararem de seguir políticos estúpidos e gananciosos.”, alerta o líder do Vader.

Os ingressos estão no segundo lote e podem ser adquiridos aqui.

Tagged with:
2
Matéria enviada por Lucas Amorim

Similar articles