Punk e hardcore em dose dupla com Flicts e Invasores de Cérebros no dia 8 de julho no Sesc Pompeia

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Na noite de 8 de julho, sábado, os apaixonados por punk e hardcore poderão conferir dois shows de peso com Flicts e Invasores de Cérebros, na Comedoria do Sesc Pompeia.

A banda de street punk Flicts, que nasceu em Pirituba, em 1996, pelas mãos dos irmãos Arthur (guitarra e vocal) e Rafael (bateria) e do parceiro de palco Jeferson (baixo), apresenta repertório em comemoração aos seus 20 anos de carreira independente.

Com sonoridades do punk rock nacional, o trio traz na bagagem uma trajetória efervescente e composições de amor, ódio, subversão anarquista e diversão anárquica, resultado do movimento cultural punk.

Flicts começou a tocar pelos bares de São Paulo, após a gravação da primeira demo (1997) Matando a pau. Os primeiros anos de seu surgimento foram totalmente independentes – essência da banda até os dias de hoje. Ao passar dos anos, o trio participa de projetos como Skema 110 e recebe diversos convites para apresentações, como em 1999, quando abriram o show de 20 anos do Cólera.

A banda retorna aos palcos, em 2010, após hiato de cinco anos, e passam a ensaiar e a compor novas músicas para o segundo disco solo, Singelos Confrontos (2013). Nesse período, dividem o palco com nomes como Jello Biafra and The Guantanamo School of Medicine (USA), D.O.ACockney Rejects (ING), os argentinos do Ataque 77 e 2 minutos e também de bandas nacionais como Ratos de Porão, Garotos Podres, Replicantes, entre outros.

Já, os Invasores de Cérebros traz repertório que transita por toda a carreira da banda, formada em 1988, por meio do único integrante desde seu surgimento: Ariel Uliana Junior. A banda traz na bagagem apresentações com grupos nacionais e internacionais, como The Varukers, The Exploited, Riistetyt, The Queers, Cockney Rejects, GBH, entre outros.

Ariel, atuante no movimento punk no Brasil desde seu início nos anos 70, é pesquisador da cultura punk e um dos primeiros a discotecar o gênero na periferia de São Paulo.  Ficou a frente dos vocais da primeira banda de punk rock brasileira, de 1977 a 1980, a Restos de Nada, da Vila Carolina, berço do movimento na Zona Norte de São Paulo.  O músico participou também das bandas Desequilíbrio, em 1981, e Inocentes, entre 1981 e 1983.

No Sesc Pompeia, Invasores de Cérebro sobe ao palco composto por: Ariel (vocal), Renato 77 (gruitarra), Filipe Limão (bateria) e Denis Vatos (baixo).

Serviço:
Flicts  + Invasores de Cérebros
Dia 8 de julho, sábado – 21h30

Comedoria
A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados: 150. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos. Abertura da casa às 20h30.

Ingressos: R$20,00 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$10,00 (pessoas com +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e  R$6,00 (inteira).

Venda online a partir de 27 de junho, terça-feira, às 17h30.
Venda presencial nas unidades do Sesc SP a partir de 28 de junho, quarta-feira, às 17h30.
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 18 anos.

Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93.
Não temos estacionamento. Para informações sobre outras programações, acesse o portal sescsp.org.br/pompeia

Tagged with:
2
Matéria enviada por Lucas Amorim