Dead Can Dance anuncia novo disco, Dionysius

 

O Dead Can Dance revelou os detalhes de um novo disco de estúdio. Intitulado Dionysus, o trabalho está previsto para 2 de novembro pela [PIAS] Recordings.

ACT I : Sea Borne – Liberator of Minds – Dance of the Bacchantes
ACT II : The Mountain – The Invocation – The Forest – Psychopomp
É possível encomendar o álbum em http://smarturl.it/DCDDionysus


Desde o início em 1981, o duo australiano Dead Can Dance se sente intrigado pelas tradições folk europeias, não só em termos musicais, mas também religiosos e espirituais. Se inspirando nisso e nas aventuras de Brendan Perry pelos festivais que deram origem às práticas religiosas Dionysus, uma jornada que leva à floresta e aos ritos que são praticados até hoje.

Trabalhando há dois anos no álbum, Perry reuniu uma gama de instrumentação folk já conhecida de outros discos, para conceber faixas que soam menos como canções e mais como fragmentos de um todo criativo.

Perry passou dois anos trabalhando no disco e incorporou diversos instrumentos utilizados no folk. Dionysus segue um caminho conhecido com gravações feitas fora do estúdio como cantos da Nova Zelândia e sons de pássaros da América Latina. Lisa Gerrard traz ao álbum o elemento feminino, representando a dualidade natural de Dionísio através do solo e do coral e apresentando o papel de Psychopomp que entrega a Dionysus o papel de deus da agricultura que vai ao submundo para assumir a função de guia para as almas mortas. O objetivo de Perry é destacar que música pode ser encontrada em qualquer lugar em diversas formas.

O álbum consiste em dois atos e sete momentos que representam as diferentes facetas do mito de Dionísio e seu culto. A música é sua forma de entregar seu discurso com as vozes representando as celebrações das comunidades, pois as emoções que sentem ultrapassam os limites da fala.

Apesar de ser inspirado pela história de Dionísio, a arte da capa traz o desenho de uma máscara feita por huichóis que habitam na Sierra Madre Ocidental, no México. O grupo é famoso por seus trabalhos manuais e por seus rituais de cura e expansão da mente – algo que também representa a força de Dionísio, que celebra a humanidade e seu trabalho direto com a natureza.
Dead Can Dance sairá em turnê pela Europa nos meses de maio e junho de 2019, celebrando sua vida e trabalho desde 1980 até os dias de hoje.

Os ingressos da turnê já estão à venda: http://smarturl.it/DCDDionysus

02 de maio: Le Liberte, Rennes, França
04 e 05 de maio: Hammersmith Apollo, Londres, Inglaterra
07 e 08 de maio: Cirque Royale, Bruxelas, Bélgica
10 e 11 de maio: Grand Rex, Paris, França
13 e 14 de maio: Tivoli Vredenburg, Utrecht, Holanda
16 e 17 de maio: Tempodrom, Berlim, Alemanha
20 e 21 de maio: Barts, Barcelona, Espanha
23 e 24 de maio: Aula Magna, Lisboa, Portugal
26 e 27 de maio:: Teatro Degli Arcimboldi, Milão, Itália
16 de junho:: Alte Oper, Frankfurt, Alemanha
18 e 19 de junho: Ruhrcongress, Bochum, Alemanha
21 e 22 de junho: Torwar Hall, Varsóvia, Polônia
24 de junho: Kongresove Centrum Praha, Praga, República Checa
26 de junho: Papp Laszlo Budapest Sportarena, Budapeste, Hungria
28 de junho: Sava Centar, Belgrado, Sérvia
20 de junho: Roman Theatre Of Philippopolis, Plovdiv, Bulgária

Marketing e Promoção no Brasil:
ForMusic –
info@formusic.com.br

Tagged with:
2
Matéria enviada por Lucas Amorim