Comandante 22 aposta no blues psicodélico

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

A Abraxas Records chega ao final de 2017 com um lançamento bastante distinto de todas as demais bandas do cast. Com o power duo Comandante 22, do Rio de Janeiro, a sonoridade da vez é o blues psicodélico, cantado em português e com muito swing. As cinco músicas do EP ‘Qualquer coisa que cai’ já estão nas principais plataformas de streaming. Confira: https://ONErpm.lnk.to/Comandante22.

Comandante 22 é Bernar Gomma (guitarra e vocal) e Mário Braune (bateria), um projeto formado há 2 anos na capital carioca que se propõe a criar músicas simples e despretensiosas, encorpadas com virtuosismo nos solos de guitarra e ritmos percussivos, que eleva o material de ‘Qualquer coisa que cai’, o primeiro EP do duo após uma série de singles, a algo único produzido dentro do gênero blues rock no Brasil. A atmosfera sessentista refina – e muito – o trabalho do duo.

As cinco músicas foram gravadas e produzidas por Bernar e Braune no estúdio Coletivo Machina, na Lapa, um local já bastante requisitado e ocupado por bandas do cenário alternativo carioca. O pré-lançamento do EP aconteceu na sexta-feira passada, dia 15 de dezembro, mas o Comandante 22 já agenda shows para janeiro e fevereiro de 2018.

Disaster Cities intimista em White Lines

Single, que sai em áudio e videoclipe, foi gravado numa ONErpm Sessions


​​

A criatividade é mesmo um processo incontrolável e, quando ativada, está acima de qualquer planejamento. Muito bem entrosados e motivados pelo imediato sucesso após o lançamento de três singles previstos para este início de carreira, o power trio Disaster Cities lança como bônus ainda neste fim de 2017 uma versão intimista e cheia de efeitos de ‘White Lines’, disponível em plataformas de streaming pela Abraxas Records e também em formato videoclipe. Confira: http://bit.ly/2BNbZf6.

White Lines é uma faixa captada ao vivo no último mês de novembro numa ONErpm Sessions, em São Paulo. Sem o peso dos riffs das potentes batidas percussivas de Ian Bueno, ‘White Lines’ é executada apenas por Rafael Panegalli (violão e voz) e o Matheus Andrighi (guitarra/efeitos), com ênfase nos fraseados intimistas, com suporte de efeitos que a tornam uma música bastante autêntica e cuja melodia e letra do refrão logo grudam na mente.

Além disso, a faixa não figura entre o material gravado em estúdio para o primeiro álbum da Disaster Cities, que será lançado em março de 2018.  Keep your eyes on the white lines!

Tagged with:
2
Matéria enviada por Lucas Amorim