Blackberry Smoke: Ingressos Disponíveis para Apresentação em Maio

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

 

Apontada hoje como um dos principais expoentes do gênero conhecido como southern rock, a banda norte-americana Blackberry Smoke – formada por Charlie Starr (vocalista, compositor e guitarra), Paul Jackson (guitarra e vocal), Brandon Still (teclados), Brit Turner (bateria) e Richard Turner (baixo, vocais), estreia no próximo ano em palcos brasileiros.

A turnê nacional é uma realização da MCA Concerts. Os shows serão vistos em Curitiba, onde eles se apresentam no dia 09 de maio na Ópera de Arame, em Porto Alegre, cuja apresentação no dia 10 de maio acontece no Teatro Opinião, e em São Paulo, no dia 11 de maio, no Tropical Butantã.

Ingressos para os shows  já estão à venda em  eventim.com.br.

O Blackberry Smoke vem ganhando a admiração do público e da crítica, com uma série de apresentações em grandes festivais e ao lado de nomes de peso  como o Lynyrd Skynyrd, que convidou o quinteto de Atlanta para fazer a abertura de seis shows da turnê “Last of the Street Survivors Farewell Tour”.

Com um número crescente de seguidores em suas redes sociais e mais de 26 milhões de visualizações em seus clipes no You Tube, o Blackberry Smoke teve seu último álbum “Find a Light” incluído na seleção “Best Albums of 2018” da Classic Rock Magazine e na NPR’s “Favorite Albums of 2018”.

O som do Blackberry Smoke bebe direto de fontes clássicas como o Lynyrd Skynyrd e a Allman Brothers Band, com um toque original onde o principal ingrediente é a imensa capacidade de criar canções com excelentes linhas melódicas, resultando em um sourthern rock contemporâneo, que conquista cada vez mais fãs em todo o mundo.

Escolhidas pelos próprios membros do Blackberry Smoke, as apresentações terão duas bandas brasileiras para abrirem os shows: em 09 de maio na Ópera de Arame, em Curitiba, a abertura ficará a cargo dos paranaenses da banda Trilho; no show de São Paulo, em 11 de maio no Tropical Butantã, quem se apresenta na abertura é a banda paulista The RoadRunners.

Blackberry Smoke

Apresentando-se em uma média de 250 shows por ano em todo o mundo, o Blackberry Smoke, banda originária da cidade norte-americana de Atlanta, é hoje uma das mais ativas do cenário do rock internacional, possuindo uma base de fãs em número sempre crescente.

Seus shows destacam-se pela energia e pela vontade de improvisar durante toda a noite. Considerada uma autêntica banda de rock americana, eles se destacam pela abordagem diversificada de novas ideias, sons e territórios a cada novo trabalho: “não há como fazer o mesmo disco várias vezes, apesar de existirem alguns fãs que gostariam que isso acontecesse. Isso é muito estereotipado. Se o Led Zeppelin ou os Beatles fizessem isso, nós não gostaríamos deles”, declara Charlie Starr, cantor e principal compositor da banda.

Formada em 2001, a banda já excursionou com pesos pesados do rock como Lynyrd Skynyrd, ZZ Top, Eric Church e Zac Brown Band, participou de festivais como Farm Aid, Zac Brown Band Castaway, Outlaw Country Cruise e Peach Music Festival, além de ter emplacado sucessos como “Good One Comin´On”, “One Horse Town”, “Best Seat in the House” e “Rock and Roll Again”.

Para o próximo ano eles já estão confirmados como um dos headliners do Azkena Rock Festival, um dos mais importantes da Espanha, que acontece em junho na cidade de Vitoria-Gasteiz e no Download Festival, que acontece também em junho, no Donington Park em Leicestershire, Inglaterra.

A discografia da banda inclui seis álbuns de estúdio, um álbum ao vivo e quatro EPs. Em 2018 o Blackberry Smoke lançou um álbum de estúdio, “Find a Light”, em abril, e um EP, “The Southern Ground Sessions”, em outubro. “Find a Light” chegou ao Top 5 das paradas rock, country, folk e indie norte-americanas, repetindo o sucesso de discos anteriores – alguns deles como “Like An Arrow” (2016) e “Holding All The Roses” (2015) chegaram ao primeiro lugar nas paradas dos EUA e Inglaterra. Estar em várias paradas simultâneamente prova não só a universalidade, como a diversidade do grupo:

“Nós queremos que o som da banda continue crescendo e se ampliando. Nós não estamos tentando fazer um disco de hip-hop”, afirma Starr. “Mas há muitos elementos para o que as pessoas chamam de rock. Há gospel e country e swing e blues. Estamos apenas tentando escrever músicas que incluam todos esses diferentes tipos de elementos. Isso o mantém interessante para músicos e compositores. Nós não temos uma camisa de força, então podemos tentar aproveitar ao máximo essa forma de arte.”

A banda também participa frequentemente em eventos de caridade para veteranos, bem como na pesquisa de câncer infantil.

Bandas de Abertura

Trilho – Curitiba

Formada em 2009 em Curitiba, a Trilho é uma banda que junta sonoridade e timbres tradicionais, letras atuais e identidade paranaense. Suas influências são nitidamente calcadas no Rock das décadas de sessenta e setenta, por meio de pitadas generosas de Blues, espaço para o Folk e Hard Rock. A trajetória da Trilho conta com várias participações em festivais pelo sul do Brasil, tendo vencido o Jam Session Crossroads, onde superaram outras 120 bandas concorrentes. Formado por Birlla Lopes Malerba (voz), Andre Prokofiev (guitarra), Rex Falkowski (baixo), Vitor Vieira (guitarra), João Lima (teclado e violão 12), Eduardo Bascheko (guitarra e violão) e Adilson Muller (bateria), o grupo lança esse ano seu segundo álbum.

The RoadRunners – São Paulo

Fundada em 2017, a banda The RoadRunners nasceu com a intenção de ser uma banda brasileira que seguisse a máxima do estilo Country americano. Com a voz e as composições de Luiz Pádua, Zafra nas guitarras solo, Lucas Santos no baixo, José Luís Mattos na bateria e Leandro Carimbó nos teclados, os RoadRunners vêm trazendo influências do Southern Rock e do Country e também de estilos como o Hard Rock, além de beber de fontes como Blackfoot, Lynyrd Skynyrd, The Marshall Tucker Band, entre outros artistas mais recentes como Chris Stapleton e o próprio Blackberry Smoke.

Black Bell Tone

A Black Bell Tone, de Porto Alegre, vai abrir o show do Blackberry Smoke na capital gaúcha. A banda foi selecionada em um concurso promovido pela Abstratti Produtora em parceria com a rádio Unisinos FM, e, posteriormente, escolhido pelo próprio BBS entre dois finalistas definidos pelo público. Formada em março de 2017, ela reúne ex-integrantes de outros projetos da cena independente do RS: Taba Kuntz – Vocal/Guitarra (Sandálias), Nando Pontin – Guitarra (Dissométrica), Lucas Pontin – Baixo (Dissométrica) e Fernando Paulista – Bateria (Wannabe Jalva). A experiência da estrada e de outras bandas trouxe um foco afiado que contribuiu com o planejamento da Black Bell Tone desde seu primeiro dia. Atualmente, a banda está nas fases finais de gravação e mixagem do álbum de estreia Engenho Que Fabrica Opinião, com lançamento previsto para setembro deste ano. O disco conterá 12 faixas, resultado de dois anos e meio de trabalho da banda, desde seu primeiro ensaio até o lançamento.

Tagged with:
2
Matéria enviada por Lucas Amorim

Similar articles