Besatt: Confira Entrevista Exclusiva com a Banda

logo

Depois de algumas péssimas organizações de passagens anteriores do Besatt pelo Brasil, conseguimos uma entrevista exclusiva com Beldaroh o vocalista da banda, onde ele nos conta como está a expectativa para esta nova tour aqui no Brasil.

1 – Primeiramente, muito obrigado pela entrevista e o tempo cedido ao Heavy World. Vocês não guardam boas lembranças da ultima tour aqui no Brasil no quesito organização, uma vez que o promoter da tour desapareceu e com muitas coisa ditas nas redes Sociais sobre os problemas que vocês tiveram. Em algum momento pensaram em não mais voltar no Brasil ?

Beldaroh: Do contrário. Nosso último tour manager simplesmente desapareceu no meio da tour. Ele nos deixou sem nada e por nossa própria conta. Então, descobrimos muitos amigos verdadeiros no Brasil, que nos ajudaram com os problemas. Tínhamos a segunda parte da turnê pela frente, e cancelar os shows que estavam por vir seria muito desfavorável. Precisávamos terminar a tour para manter nossa reputação, então com a ajuda dos nossos amigos, alugamos um ônibus e terminamos a turnê, exceto pelo último show, que seria no Rio de Janeiro. Esse incidente nos forleceu e mostrou que amizade e determinação pode superar qualquer tipo de adversidade. No final dessa última turnê pelo Brasil nós sabíamos que deveríamos voltar novamente, então este mês estaremos no Brasil pela quarta vez!

2 – Dessa vez, aqui no Brasil vocês tocarão em lugares em que bandas internacionais raramente se apresentam, será uma oportunidade única para os fãs verem uma banda internacional em sua cidade e uma experiência nova para vocês também. Como vocês encaram essa situação ? Qual a expectativa da Banda ?

Beldaroh: É legal saber que vamos tocar nesses lugares e na verdade não temos nenhuma expectativa sobre eles. Simplesmente acredito que serão shows muito bons, ainda mais para nós como uma das poucas bandas a tocar nesses lugares.

 

capa

3 – Certa vez vi uma entrevista da banda em que vocês declaram uma admiração pelo público Brasileiro, podem nos explicar o que há de diferente no público do nosso páis ? Realmente há essa diferença com o público do outro lado do continente ?

Beldaroh: Os fãs europeus parecem estar entediados em todos os shows, sem contar que cada vez menos pessoas os frequentam. O que está acontecendo é como uma doença, porque atualmente as pessoas preferem assistir um show no Youtube do que ir a um show de verdade. Música ao vivo capta o melhor da música em si, a atmosfera, visão, espetacularidade, e etc., não há nada que se compare a isso. No Brasil, o público reage de forma vigorosa nos nossos shows, o que nos dá mais vontade de tocar, então a atmosfera se torna diabólica como o inferno. Nós tocamos com prazer, e isso nos dá uma imensa satisfação.

4 –Mudando de assunto vocês estão divulgando o novo álbum Nine Sins, sucessor do ótimo Tempus Apocalypsis, que na minha opinião é o melhor álbum já lançado pelo Besatt, você pode nos contar um pouco sobre esse novo álbum ?
Beldaroh: “Nine Sins” é outro lançamento do Besatt que pode ser chamado de Technical Black Metal. Um som realmente pesado com passagens técnicas, fazendo esse material soar afiado como uma navalha, e eu estou muito feliz por isso. As músicas são compostas em passagens rápidas e médias, mas também possui atmosferas mais lentas. Decidimos experimentar alguns vocais também, para fazer algo um pouco diferente, comparando com os últimos álbuns, mais agressivo e diferente. Este é mais um álbum conceitual, e cada canção fala dos instintos humanos, que são considerados como pedaços. Eu acho que os fão de Tempus Apocalypsis não ficarão disapontados com esse novo trabalho.

 

besatt_tomder-pl_klub_fonobar-1

5 – Esse novo álbum também será lançado em plataforma digital como Itunes, Deezer, Rdio entre outros meios, assim como foi o Tempus Apocalypsis ? Qual a opinião da banda sobre o novo mercado digital que se prolifera cada vez mais ? Vocês acham que o Cd vai ser extinto no futuro ?
Beldaroh: Esse tipo de coisa simplesmente acontece. Agora vivemos um tempo onde a internet e a música digitalizada prevalecem em relação ao cd, mas eu acho que o cd não será completamente extinto. A satisfação de ter a coisa real em mãos, sentir o cheiro da tinta fresca da impressão, ler o encarte, é muito maior do que fazer um dowload de um arquivo mp3 na web. Sempre existirão fãs que vão querer o cd’s originais em suas coleções. Note que os vinis estão vendendo muito bem hoje em dia por causa dos colecionadores e dos fãs de música de verdade. O mesmo vai acontecer com os cd’s.

6– Gostaríamos de agradecer imensamente a pela entrevista cedida e pedimos que deixe um recado para os fãs brasileiros.
Beldaroh: Hail Lucifer Forever e vejo vocês nos shows no Brasil !

2
Matéria enviada por Lucas Amorim

Similar articles